PUCRS e HP inauguram coworking

Global Tecnopuc abrigará coworking. Foto: Camila Cunha – Ascom/PUC-RS

Barra que interliga as torres receberá espaço de coworking. Foto: Camila Cunha – Ascom/PUC-RS

O mais novo coworking de Porto Alegre fica na PUC-RS, mais especificamente dentro do Tecnopuc, o parque tecnológico criado pela universidade gaúcha há exatos 12 anos.

O espaço compartilhado de trabalho é uma das áreas que integram o Global Tecnopuc, prédio de mais de 4 mil metros quadrados que a PUCRS, em parceria com a HP, inaugura no dia 1º de outubro.

Infraestrutura

Na reta final de obras, o Global já se destaca pela arquitetura. O prédio, todo envidraçado, é composto por duas torres de quatro andares cada. As duas estruturas são interligadas por uma barra de 3o0 metros quadrados, onde será instalado o coworking.

Os coworkers ainda devem se beneficiar de outras áreas do prédio. A torre A do complexo abrigará um auditório com capacidade para 120 pessoas e também o Laboratório de Criatividade HP – PUCRS. Na torre B estará sediada a administração do Tecnopuc, áreas de convivência e espaços abertos. Também está previsto um restaurante.

O gerenciamento do coworking ficará a cargo de um parceiro, ainda não definido pelos idealizadores do Global. Formas de acesso (incluindo se será aberto ou não para profissionais sem vínculo com o Tecnopuc), valores e outros detalhes ainda estão serão definidos.

Possibilidades

Visitamos o prédio, ainda em construção, e podemos afirmar que a vista para o campus arborizado da universidade e a abundância de luz natural têm tudo para fazer do local um dos melhores espaços de trabalho colaborativos da capital gáucha.

O Global oferecerá chuveiro e bicicletário, uma facilidade para os coworkers que curtem uma atividade física antes de iniciar o expediente.

Vale lembrar ainda que o Tecnopuc conta com segurança permanente, o que sem dúvida facilitaria a implantação de um coworking 24 horas, modelo ainda pouco adotado no Rio Grande do Sul.

Proposta do Global

Ao contrário de todos os outros prédios existentes no Tecnopuc, o Global não abrigará empresas. A ideia é que o espaço sirva como um ponto de conexão e convergência entre as pessoas que se relacionam com o parque: empresários de grandes players mundiais, de startups e spin offs, alunos, professores, pesquisadores, além de representantes de instituições públicas e privadas.

O parque hoje abriga 124 operações e reúne mais de 6,5 mil pessoas. “A interação entre públicos tão distintos já se consolidou e fez nascer no Tecnopuc um ambiente altamente flexível, orgânico e adaptável”, afirma Rafael Prikladnicki, diretor do Tecnopuc.

* Para saber mais detalhes sobre o Global Tecnopuc e a parceria com a HP, clique aqui.

  • Fernando Somenzi

    Parabens pela iniciativa, colabora com a qualidade de vida do Ser Humano