Samambaia: um hoffice em Curitiba

casa samambaia
Um ambiente coletivo de trabalho que funciona na casa de um amigo ou de uma pessoa conhecida. Essa é a forma mais simples de definir a ideia de hoffice, um conceito relativamente novo no Brasil mas que começa a tomar forma na cidade de Curitiba, mais especificamente na Casa Samambaia.
Localizada no centro da capital paranaense, a Casa Samambaia fica no topo de um prédio da década de 5o e tomou a forma de espaço colaborativo através da redatora Bruna Castro, eleita em 2014 pelo Airbnb como uma das melhores anfitriãs do mundo. “Eu morava em um apê normal e já hospedava pessoas do mundo inteiro lá. Comecei a sentir falta de ter um espaço maior em que eu pudesse fazer muitas coisas, como pequenos eventos, jantares, bazares, etc….Foi aí que surgiu a oportunidade de me mudar pra uma das casas mais legais da cidade”, descreve.
casa samambaia
casa samambaia
Para fazer a mudança valer a pena a ideia foi transformar a casa em um ambiente de trabalho para uma ou duas pessoas durante o dia. E foi assim que a amiga Carol Reine, que trabalha com consultoria de marketing e estratégias digitais, trocou os dias no home office pelo espaço coletivo.
Carol explica que a escolha foi motivada pela busca de uma experiência mais leve, criativa e acolhedora.”Meu local de trabalho transitava entre as empresas que eu atendo e o home office. O home office funcionou por um bom tempo, só que chegou um momento em que precisava buscar energias em um ambiente mais criativo. Cheguei a cogitar espaços dedicados a coworking, mas não queria estar em um ambiente agitado e em que o assunto fosse só trabalho e networking”.
samambaia-2
samambaia-3

Por enquanto a Carol é a única que trabalha fixo no local, mas como a casa também recebe hóspedes, eventos e serve como espaço de reuniões, o fluxo de pessoas é constante e a troca de experiências também.

Quem deseja trabalhar paga uma contribuição mensal, sendo que um percentual de toda a renda que entra na casa (como por exemplo as diárias pagas pelos hóspedes) reverte em desconto no valor devido. Para empreendedores e outros profissionais que queiram agendar reuniões no local, o valor começa em R$ 50 a hora.
Mas vale lembrar que o objetivo principal da Bruna Castro está bem longe de tornar a Casa Samambaia uma grande fonte de renda. “A casa tem apenas 5 meses, então é um modelo novo que estamos experimentando. Como eu não encaro como um negócio, e sim, como uma experiência de vida, é mais leve. A proposta da Samambaia é o aproveitamento máximo de um espaço. Ela é casa, é trabalho. É lazer, é descanso. É minha, é dos meus amigos”, finaliza.

samambaia-12

samambaia-9

* Fotos: Ricardo Perini

* Para saber mais sobre a Casa Samambaia, clique aqui.

1 Comments

  1. sempre passei por esse lugar e já era fácil de gostar apenas pela vista externa… legal conhecer a história dele!

Deixe uma resposta