Empresas X home office?

Porque empresas não gostam de home office?

Trabalhar de casa traz diversos benefícios no ponto de vista do colaborador, como proporcionar um maior equilíbrio entre vida pessoal e profissional, por exemplo. No entanto, sob a ótica do empregador, quais seriam as maiores preocupações em adotar esse novo modelo de expediente? Para descobrir algumas tendências, a Total IP – líder em solução de voz e e-mail para contact centers, em parceria com a Abrarec, realizou a pesquisa “Qual o maior receio da sua empresa em adotar o home office?”.

A enquete contou com 331 participações e ficou disponível na homepage. As alternativas foram: “Produtividade”, “Segurança”, “Motivação” e “Feedback”. Em primeiro lugar, ficou “Produtividade”, com 51,1% da preferência, seguido de “Segurança”, com 33,5%. Para Ariane Abreu, Diretora Comercial da Total IP, o resultado foi surpreendente.

“Para mim, “segurança” seria a opção vencedora. O fato dos funcionários acessarem de casa os sistemas internos da corporação e suas conexões via Internet poderia trazer uma sensação de risco para os gestores”. Para a especialista, com relação ao mais votado, existe uma cultura onde o responsável deve sempre acompanhar de perto sua equipe. “Qualquer cenário contrário traz um sentimento de desconforto, além de temer outras distrações em casa como TV e familiares”, opina.

Logo depois, quase empatados, vieram “Feedback” (7,9%) e “Motivação (7,6%), respectivamente. Para Ariane, o home office em si já é uma motivação instantânea. “Além disso, o acompanhamento dos resultados pode ser remoto ou presencial, esse último podendo ser executado no máximo uma vez por semana”, comenta. Para a maioria, o grande desafio ainda é o controle das atividades do colaborador a distância.

  • Graça

    Eu faço Home Office há tres anos e posso dizer com todas as letras que meu trabalho flui melhor e me dedico muito mais….eu amo fazer Home Office, sou mais calma e centrada hoje do que antes.O transito era infernal e chegava exausta e de mau humor no trabalho…hoje nao, mais concentraçao e muita disposiçao para trabalhar.As empresas iriam lucrar mto mais se adotassem essa politica.

  • As empresas brasileiras não estão maduras para esta modalidade de trabalho e estão tão atrasados em relação a “produtividade” que não percebem que o mau humor, estresse e assédio moral traz tanto problema de produtividade quanto distrações como tv e família.
    Trabalho HomeOffice a mais de 5 anos e minha produtividade está superior a de quando eu tinha que sair de casa para trabalhar. O gestor que tem medo é porque não consegue gerenciar como deveria. Gerenciar um profissional em HomeOffice é mais fácil do que gerenciar um cliente ou fornecedor.
    Nas empresas também existem distrações como canto do cafezinho, canto do fumo, conversas paralelas, celulares, navegação inadequada na internet e competitividade ativa e essas coisas você não vai encontrar em casa.
    Um Profissional que opta por trabalhar em casa está em um “modo sobrevivência” pois fará muito mais para poder sobreviver e provar que é capaz de fazer o mesmo trabalho que faria no ambiente empresarial.

  • Martins

    Trabalhei na modalidade Homme Office por 2 anos e hoje sonho em voltar pra esse formato. Eu era mais feliz.

  • Jeniffer S Campos

    Eu já trabalhei home office apenas alguns dias. Foi maravilhoso. Realmente, parece que o dia rende muito mais e você se sente muito mais confortável e feliz.
    Hoje, estou em busca de oportunidades home office. Quem tiver dicas, eu aceito.
    Bom dia a todos!

  • Luana

    Olá! Pesquiso sobre o Home Office e, caso positivo, gostaria de conhecer um pouquinho mais sobre a rotina de vocês. Abraço!