Freelancer: onde é melhor trabalhar?

qual é o melhor lugar para o freelancer trabalhar

Se tem uma coisa que quase todo mundo que faz home office concorda é que tem dias que o negócio não rende. Pode ser uma obra no prédio, um almoço que se prolongou e acabou com a tarde ou até mesmo a visita inesperada de algum familiar.

É por essas e outras que um dos pontos que mais chama a minha atenção na pesquisa anual do Trampos sobre o Freelancer Brasileiro é onde o trabalho costuma ser realizado. Afinal, se tem mais freelancers procurando cafés e lugares públicos para trabalhar, por exemplo, logo penso que algo de interessante deve acontecer nesses locais.

Recentemente a jornalista freelancer Suzanne Bearne fez uma avaliação sobre diferentes lugares em que ela costuma trabalhar, muitos deles preferidos por nós brasileiros também. Vale conferir um resumo do prós e contras de cada local para, quem sabe, começar a levar o laptop para territórios nunca antes desbravados!

Café

Aquela barulheira repentina no apartamento ao lado pode ser o empurrão que faltava para experimentar uma tarde de trabalho em um café simpático perto de casa. Alguns são agitados em determinados horários e às vezes a única mesa perto de uma tomada pode ser também a mais próxima da movimentação da entrada ou do caixa, dificultando a capacidade de concentração. Por outro lado, um bom fone de ouvido pode ser o suficiente para deixá-lo atento apenas ao seu trabalho.

Grau de produtividade: 5 / 10 – Não é o melhor ambiente para tarefas que exijam muita concentração, mas é bom para responder e-mails, fazer reuniões e tarefas administrativas, sem contar o delicioso cheiro de café.

Home Office

Trabalhar em casa não deixa de ser um luxo se você souber tirar proveito disso, o que às vezes pode significar o simples ato de ir na academia durante o horário “tradicional de trabalho” ou dar uma escapada no meio da tarde até o parque mais próximo e aproveitar o dia.

Grau de produtividade: 5 / 10 – Você pode não estar sendo tão produtivo durante o dia quanto poderia, mas ainda pode compensar as distrações trabalhando até tarde da noite.

Coworking

Nos últimos anos tem aparecido um número cada vez maior de coworkings. Esses espaços permitem que o freelancer desfrute da interação social mas com menos distrações que um café convencional. Muitos possuem diferentes áreas de trabalho – coletivas ou mais reservadas – que suprem as diversas necessidades de concentração que você pode ter no mesmo dia.

Grau de Produtividade: 9 / 10 – É um lugar que foi projetado tendo o trabalhador em mente: você nunca vai ter que lutar por uma tomada ou mesa de trabalho.

Lugares Interessantes

Para fins de avaliação a jornalista Suzanne Bearne escolheu o Barbican, o centro de arte situado em Londres. No Brasil também é possível encontrar vários lugares públicos inspiradores, como bibliotecas e centros culturais, para uma tarde de trabalho longe do home office. Em São Paulo, por exemplo, a biblioteca Mário de Andrade tem wi-fi gratuito e recentemente anunciou funcionamento 24 horas.

Grau de Produtividade: 9 / 10 – Via de regra você vai encontrar muitas mesas disponíveis e um ambiente relativamente tranquilo. Além disso pode intercalar o trabalho com uma visita a alguma exposição ou outra atividade cultural e transformar o seu dia de trabalho em algo realmente inspirador.

* O post Qual é o melhor lugar para o freelancer trabalhar foi publicado originalmente no tutano, a plataforma de conteúdo do trampos.co