PwC Brasil: home office e folga na semana

A PwC, empresa inglesa de auditoria, tem apostado em boas iniciativas voltadas à qualidade de vida de seus colaboradores brasileiros.  As informações são da Revista Você S/A, que em seu último levantamento listou a companhia entre as 150 melhores empresas para trabalhar no Brasil.

Em um esforço para tornar o trabalho mais leve, a PwC Brasil instituiu programas como o Flextime, que torna possível o horário flexível, o Flexweek, que reorganiza a jornada semanal para que se possa tirar um dia de descanso, e o FlexPlace, que permite o home office até duas vezes por semana.

Para alguns funcionários, no entanto, a cultura da empresa ainda não absorveu essas mudanças. “Dependendo do líder pega mal fazer horário flexível”, declarou um deles em entrevista à Você S/A.

Para Hugo Teóphilo, especialista em Pessoas e Organizações e gerente sênior da PwC Brasil, é importante entender o que os funcionários querem. “Não vou dar benefício de creche a funcionários sem filhos. É importante questionar com um grupo de trabalhadores antes de contratar o benefício”, recomenda.

Presente no país desde 1915, quando inaugurou seu primeiro escritório no Rio de Janeiro, a PwC Brasil possui cerca de 5.000 profissionais (destes 51% são mulheres) distribuídos em 16 escritórios em todas as regiões brasileiras.  A média de idade dos colaboradores é de 29 anos e o tempo médio de casa é de 5 anos.

1 Comments

  1. Só um
    Comentário: quero trabalhar nesta empresa! 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻

Deixe uma resposta