Multimilionários que começaram no home office

Acordar e ir pro escritório é coisa do passado. Com as possibilidades da internet e os avanços tecnológicos, já está provado por A + B que você consegue resolver grande parte das suas tarefas sem sair de casa. Com tudo isso, a necessidade de ter uma estrutura física gigantesca para garantir o sucesso dos seus negócios também foi por água abaixo.

E se você faz parte do time que acha que trabalhar em casa – de pijamas ou não – é algo temporário, que não dá certo e não dá dinheiro, leia com carinho o restantes desse post. Vamos mostrar alguns bilionários que começaram fazendo home office, na sala de casa muitas vezes.

Brian Acton e Jan Koum são dois ex-funcionários da Yahoo! e quando ficaram desempregados resolveram apostar em uma nova ideia. A empresa deles – WhatsApp -, foi comprada pelo Facebook por 19 bilhões de dólares. Quando começaram a montar o projeto do aplicativo, todo o trabalho era feito na cozinha de Acton e em cafés com internet.

Foto: Redux

Foto: Redux

Outra história semelhante é a do programador Markus Persson, criador do jogo Minecraft, que criou um sucesso mundial enquanto programava nas horas de folga do antigo emprego. Em 2015, vendeu o programa para a Microsoft por 2,5 bilhões de dólares.

Já ouviu falar da Spanx? É uma linha americana de roupas íntimas que promete remodelar o corpo instantaneamente e logo se transformou na queridinha das estrelas. Sara Blakely, criadora da marca, não desistiu do sonho de criar e patentear a própria meia-calça e fez todo o trabalho em casa. Recentemente a Forbes calculou a fortuna de Blakely em 1,1 bilhões de dólares.

Foto: Craig Barritt/Getty Images

Foto: Craig Barritt/Getty Images

Conheça mais bilionários que começaram fazendo home office:

Markus Persson – Minecraft

Nick Woodman – GoPro

Sara Blakely – Spanx

Frank Wang – DJI Technologies

Brian Acton e Jan Koum – WhatsApp

Kevin Plank – Under Armour

Mark Zuckerberg – Facebook

Jeff Bezos – Amazon

Sergey Brin e Larry Page – Google

Michael Dell – Dell

Brian Chesky e Joe Gebbia – Airbnb

*Adaptado de 16 fortunas multimillonarias que empezaron con home office, publicado originalmente em Forbes México.

1 Comments

  1. Essas pessoas tinham um tino para os negócios,criativos,com uma certa experiencia…A maioria das pessoas,se contentaria com um emprego simples com salário fixo ou até ganhar comissão.Eu acredito que no Brasil o que da certo são vendas,muitas pessoas vendem de suas casas e são muito bem sucedidas.

Deixe uma resposta