Up no Home Office: Fabio Maca

up-no-home-office-fabio-maca-01

Bloggers at Their Desks é um projeto gringo que traz fotos de blogueiras em seus home offices e que inspirou o Adoro Home Office, em parceria com o Follow The Colours, a criar a série “Up no Home Office”.

Essa semana quem abriu as portas do Home Office foi o calígrafo brasileiro Fabio Maca, profissional conhecido por ter um estilo único em handlettering.

Fabio conta que foi aos 29 anos que se apaixonou pela caligrafia. Ele passou a praticar e estudar a arte escrita através de cursos com diversos criativos no Brasil e fora do país, mas nessa época ainda trabalhava em agência de publicidade.

Hoje com 36 anos, ele se dedica em tempo integral às letras – que faz de vários jeitos, usando um par de técnicas. A decisão de trabalhar somente com isso não foi fácil, nem repentina e foi há aproximadamente 2 anos que ele montou seu escritório em casa. De suas mãos saem incríveis pôsteres, tatuagens, projetos especiais para marcas e pessoas, além de frases e palavras para serem levadas para a vida inteira.

Além das penas e canetas, seu trabalho é feito de design, tipografia, arte, moda, arquitetura, um toque de humor e outro de amor. Além de estar em um relacionamento sério com isso, deixa claro que ama sua esposa, motocicletas e doce de leite.

Conversamos com ele para saber um pouco mais sobre suas inspirações:

up-no-home-office-fabio-maca-02a (1)

FTC: Fabio, qual o maior benefício que você sente ao trabalhar em casa?

A gente logo pensa em flexibilidade de horários e no trânsito que não pega mais. Mas antes do espaço em si, o benefício foi tornar viável uma mudança de vida. Não meu caso, o home office fazia parte de uma decisão muito maior, de vida – que era abandonar minha carreira em publicidade para me tornar calígrafo.

Acho que a maior vantagem é ajudar esta decisão a se concretizar. Se eu tivesse que montar um escritório de cara, com certeza minha mudança de carreira teria sido adiada mais e mais.

up-no-home-office-fabio-maca-04

FTC: E qual a maior dificuldade que tem/teve?

A ideia de não estar sendo vigiado (e chicoteado) para produzir é algo com o qual você vai se acostumando. Não ter a pressão da corporação é bom, mas o processo de produção da empresa pode fazer falta.

Além disso, preciso ficar atento à solidão. Curto trabalhar sozinho, mas é importante ter parceiros, gente que mesmo à distância vai ter algo a acrescentar ao seu trabalho, alguém com quem discutir um projeto novo, ou simplesmente alguém para tomar um café numa pausa.

up-no-home-office-fabio-maca-05

FTC: Se pudesse dar uma dica para quem quer começar a montar o seu espaço e a organizar a sua rotina, qual seria?

Tenha as coisas que precisa à mão. Montei meu escritório de modo que não preciso levantar para praticamente nada. Quando se está embalado num trabalho manual – com diversas canetas, tintas e papéis ao mesmo tempo, cortar esse flow para buscar a régua que está longe pode ser um suplício.

Outra coisa que quase me deixou louco foi estar em casa 24 horas por dia. Quando você vai para uma empresa, cruza com gente, almoça com o amigos, fofoca um pouco. Com o home office é legal criar uma rotina pensando nisso: planejar reuniões em co-workings ou cafés, encontrar os amigos nos almoços, procurar por uma rotina também fora de casa.

Pode se tornar entediante sair do trabalho e voltar para casa quando ambos são o mesmo lugar.

up-no-home-office-fabio-maca-06

up-no-home-office-fabio-maca-07

O espaço de Fabio conta com a luz do sol que passa todos os dias pela janela, pequenas caixas e canecas para organizar seus instrumentos de trabalho (canetas, tintas), além de objetos pessoais em sua mesa que dão um toque interessante e pessoal ao seu escritório

up-no-home-office-fabio-maca-08

up-no-home-office-fabio-maca-09

* Up no Home Office é um projeto inspirado na série Bloggers at Their Desks, realizado pelo Follow The Colours em parceria com o Adoro Home Office.

Deixe uma resposta