México pensa home office como política pública

HOM - Home Office Management 2

O setor privado da Cidade do México vem defendendo a adoção do home office como política pública, no sentido de desafogar o trânsito das ruas, proporcionar mais qualidade de vida para os colaboradores e em consequência aumentar a produtividade nas empresas.

Estudos realizados pela Coparmex – Confederação Patronal da República Mexicana revelam que o trabalho remoto, se adotado por empresas e companhias da capital mexicana, poderia aumentar a produtividade em 28%, além de combater a poluição e os congestionamentos nas principais avenidas.

“Temos que perder o medo de ter o funcionário trabalhando de forma remota, estabelecer regras e expectativas desde o início e manter uma comunicação constante através das diferentes plataformas que a tecnologia hoje nos oferece”, explica Maite Ramos Gómez, presidente da Comissão de Mobilidade da Coparmex.

A proposta é de que o home office seja adotado uma ou duas vezes vezes por semana, em especial nos bairros de Polanco e Santa Fé, que registram o maior fluxo de carros.

Produtividade 28% maior no home office

De acordo com informações da Coparmex, trabalhar em casa aumenta a produtividade em até 28%, eliminando o tempo gasto em deslocamento que pode chegar a cinco horas na Cidade do México.

“A produtividade no trabalho está intimamente ligada à forma como nos locomovemos, especialmente no tempo em que investimos nisso. Quem gasta mais de cinco horas diárias no trânsito não consegue ter o mesmo desempenho de alguém que chega ao seu local de trabalho em menos tempo e com menos esforço”, diz Maite.

Além disso, explica a especialista, a adoção do home office uma ou duas vezes por semana reduziria drasticamente o número de veículos nas estradas, melhorando os limites de velocidade média, que na última década passaram de 17km/h para 7km/h.

Em abril deste ano os membros do setor privado pediram que as autoridades levassem em conta as propostas da Coparmex, especialmente porque são esperados para os próximos meses pelo menos cinco períodos de contigência ambiental, quando ficam proibidos a circulação de parte dos automóveis e de certas operações industriais.

* Esse post faz parte da parceira entre a HOM e o Adoro Home Office. A HOM é uma empresa especializada em ajudar organizações a implantarem e gerenciarem novos modelos de trabalho a distância. Clique aqui para saber mais.

HOM - Home Office Management

Salvar

Salvar