Up no home office: o escritório fofo do Manifesto Cuticuti

O Bloggers at Their Desks é um projeto gringo que traz fotos de blogueiras em seus home offices e que inspirou o Adoro Home Office, em parceria com o Follow The Colours, a criar a série “Up no Home Office”.

Manifesto Cuticuti

Nessa semana conversamos com a Melissa Westphal, a ilustradora que criou o Manifesto Cuticuti, um projeto, que como o nome já diz, é cheio de fofura e “cuti-cutice”, como diz a Melissa. Se você está precisando de um pouco de cor e graça nas coisas da vida, vale a pena conferir de perto as criações do Manifesto.

Manifesto Cuticuti

A Melissa é gaúcha, mora em São Lourenço do Sul e de lá mesmo consegue atender demandas do país todo, além de trabalhar nas criações próprias. Ela contou pra gente que desde os primeiros estágios obrigatórios das faculdades de Artes Visuais e Design Gráfico, já percebeu que o melhor formato para ela seria o home office.

Manifesto Cuticuti

A ilustradora explica que costuma passar bastante tempo no estúdio/atelier, e esse é um local de muito conforto e acolhimento. “Eu não gosto muito de sair de casa, portanto, quando eu preciso dar um tempo, vou atrás dos meus gatos pela casa. É incrível como isso me ajuda a aliviar a tensão e voltar renovada para os jobs”.

Manifesto Cuticuti

Para ela, praticidade é palavra de ordem no home office. “Fico aflita quando preciso de algum material de desenho ou equipamento e ele está guardado em um local de difícil acesso”, comenta. Por isso a solução foi montar tudo da forma mais prática possível. Luz natural também é indispensável! Ela conta que já trabalhou em espaços sem janela para a rua e isso afetava muito a produtividade.

Manifesto Cuticuti

O espaço preferido do estúdio/atelier é a estante de livros, uma pequena biblioteca visual construída ao longo dos anos e que deixa a Melissa cheia de orgulho! “O legal é que muitos desses materiais foram adquiridos em viagens, ou seja, cada livro/zine/hq tem toda uma história por trás”, conta.

Manifesto Cuticuti

Como iluminação é algo importante, Melissa ainda pretende investir um pouco mais nesse quesito. “A iluminação é algo que interfere bastante no meu rendimento. Gostaria de deixar o espaço acolhedor tanto de dia quando de noite – quando a luz natural acaba”, avalia.

Manifesto Cuticuti

Sobre trabalhar em casa, Melissa dispara: “o melhor benefício é trabalhar de pijama”! Brincadeiras a parte, ela diz que gosta muito de ter um espaço próprio, com privacidade e liberdade para fazer os próprios horários e trabalhar da maneira mais confortável possível.

Manifesto Cuticuti

A dificuldade fica por conta do convívio social, que acaba abalado com o home office. “Por enquanto eu tenho lidado bem com isso. Tarefas meio tediosas como viagens à trabalho ou reuniões, acabam sendo bem mais prazerosas pelo simples fato de que me fazem sair um pouco de casa. Mas eu sinceramente só vejo vantagens em ter um home office”, finaliza.

Manifesto Cuticuti

Se você quiser conferir um pouco mais do trabalho da ilustradora Melissa Westphal, pode acompanhar as produções no Instagram (@manifestocuticuti) ou na loja virtual do projeto.

Manifesto Cuticuti

 

Salvar

Salvar