5 pessoas que vão mudar o modo como trabalhamos em 2017

Nos últimos 10 anos, empresas em todo o mundo assumiram a felicidade dos trabalhadores como o motor número um para uma boa produtividade. Já falamos por aqui que benefícios inovadores e flexibilidade tornaram-se essenciais para qualquer empresa que pretenda atrair os melhores talentos do mercado.

Mas a revolução está só começando. Conheça como cinco profissionais estão mudando a maneira tradicional de lidar com trabalhos e empregos.

Bart Lorang – CEO da Full Contact

Lorang-AdoroHomeOffice

Bart estava cansado de ver seus funcionários desperdiçando as férias, especialmente quando eles não desconectavam completamente do trabalho. Por isso criou uma nova política na empresa. A partir de agora quem tira férias ganha um bônus de 7,500 dólares, mas apenas com as seguintes condições: viajar, desconectar e não trabalhar nem um pouquinho sequer! Ele já disse que o resultado foi incrível e que os funcionários estão muito mais motivados, felizes e produtivos.

Margaret Heffernan – Professora e escritora

Heffernan-AdoroHomeOffice

A professora acredita que trabalho sem hierarquia e profissões sem rótulos são o futuro. Para ela, depois que você tira os símbolos máximos de status, as pessoas ficam menos dispostas a competirem entre si. E é aí que você motiva sua equipe mostrando o quanto ela pode produzir coletivamente. A Avanade, uma empresa de tecnologia, é uma das que já está seguindo essa tendência.

Scott Fleming – CEO da Better Workplace

Fleming-AdoroHomeOffice

A importância do trabalho remoto é algo que Scott Fleming entende melhor do que a maioria dos empresários. Como CEO de Better Workplace, ele se especializou em ajudar empresas a descobrirem a melhor maneira de oferecerem trabalho remoto aos colaboradores. Ele explica que a mobilidade não é uma solução pronta para todos, por isso é preciso estudar o perfil da equipe para indicar o formato mais adequado.

Rawn Shah – expert em cultura do trabalho

Rawn Shah-AdoroHomeOffice

Rawn aposta muito na teoria do micro trabalho. Para ele o futuro das empresas consiste em fragmentar o sistema em pequenas e simples tarefas, muito específicas. E para realizá-las, será possível contratar mão de obra através de um marketplace online. E a característica mais importante desse formato? Saber trabalhar em equipe!

Stephan Aarstol – CEO da Tower Paddle Boards

Aarstol-AdoroHomeOffice

Stephan observou que conforme sua pequena empresa ia crescendo, os funcionários acabavam se divertindo muito menos. E apesar da empresa ficar há apenas uma quadra da praia, ninguém tinha tempo para aproveitar. Por isso ele começou dispensar todo mundo mais cedo e introduziu o método de 5 horas de trabalho por dia. Ele explica que o melhor resultado foi a mudança na mentalidade da equipe, que agora trabalhar muito mais feliz e focada.

*Traduzido e adaptado de Salon.

** Esse post faz parte da parceira entre a HOM e o Adoro Home Office. A HOM é uma empresa especializada em ajudar organizações a implantarem e gerenciarem novos modelos de trabalho a distância. Clique aqui para saber mais.

Salvar

Salvar

Salvar

Deixe uma resposta