O que acontece quando uma empresa acaba com o home office?

A IBM tem uma longa história de permitir que seus funcionários trabalhem em casa – ou onde bem quiserem – que começou na década de 1980. Em 2009, 40% dos 386 mil funcionários da IBM estavam trabalhando em casa, economizando à empresa cerca de US $ 100 milhões por ano em espaço de escritórios só nos EUA. Mas esses dias estão acabando e o site Quartz fez uma avaliação  sobre o que acontece quando uma empresa pioneira no trabalho remoto decide que é hora de voltar ao escritório.

Em um anúncio de fevereiro intitulado “é hora para o ato II: VENCER!”, a nova diretora de marketing da IBM informou milhares de funcionários do departamento que teriam que começar a trabalhar em um dos seis escritórios da IBM em todo o país. Alguns desses funcionários teriam inclusive que se mudar para fazer esse trabalho. Se não pudessem reorganizar a vida, podiam desistir e pedir demissão.

O marketing não foi o único a acabar com o home office. Os setores de design, segurança, TI e a maiorias dos times envolvidos no projetos Watson também tiveram que voltar para o escritório.

Embora os estudos tenham mostrado que trabalhar em casa pode realmente tornar os funcionários mais produtivos, um especialista diz que a IBM precisa de mais do que produtividade: precisa de inovação. E de acordo com esse especialista, inovação só acontece quando as pessoas trabalham juntas em um só lugar.

Bom, mas e o que aconteceu com os funcionários da IBM? Quais são os comentários sobre a mudança?

“Todo mundo que eu conheço está muito chateado”, diz um funcionário, que como a maioria dos entrevistados pediu para permanecer anônimo. Alguns trabalhadores começaram a procurar novos empregos. Outros dizem que pararam de contribuir para projetos de longo prazo porque não sabem se estarão envolvidos no futuro.

Mas as opiniões se dividem! Alguns funcionários concordam que trabalhar alocado é melhor. “Eu acho que conseguir reunir todos dando ideias e anotando em um quadro branco é mais interessante do que compartilhar telas, diz um dos funcionários que está de mudança.

Embora a IBM esteja pagando a viagem e a mudança para os funcionários que precisarem, eles não vão receber nenhum tipo de aumento (nem mesmo aqueles que vão ter que se mudar para cidades mais caras como San Francisco ou Nova York).

Agora vamos acompanhar as mudanças e transformações na IBM e esperar as próximas avaliações de resultado para ver se o escritório realmente conseguiu trazer a inovação que eles tanto buscam ou alguma outra vantagem competitiva para a empresa.

Quer saber mais sobre trabalho remoto e home office?

Então curta nossa página.

Participe do nosso grupo no Facebook.

Receba novos posts por email.

Siga o @adorohomeoffice no Twitter.

Use a hashtag #adorohomeoffice no Instagram.