Espaços de coworking crescem 114% em um ano

Saiu o Censo Coworking 2017, que é a terceira edição de um importante estudo sobre o mercado de escritórios compartilhados brasileiro. Ele analisa a evolução na adoção de espaços de coworking ao redor do país e levanta dados detalhados sobre o perfil destes espaços. Segundo dados do Coworking Brasil, o número de espaços compartilhados cresceu 114% em relação a 2016. O estado de São Paulo continua representando sozinho 40% de todo o mercado.

Ao todo, são 56 mil estações de trabalho, 313 mil metros quadrados ocupados, 82 milhões de reais movimentados, 210 mil pessoas circulando e 3.500 empregos gerados. 62% desses espaços estão nas capitais ou cidades com mais de 1 milhão de habitantes. Porém, já existe um movimento que espalha coworkings em cidade dos interior e também em bairros menos tradicionais das grandes cidades, ajudando a desafogar o fluxo de pessoas em direção as zonas comerciais.

72% dos empreendimentos têm o coworking como negócio principal, apenas 4% deles não têm fins lucrativos, 12% são focados na indústria criativa e 4% focados na área de TI. Além disso, a pesquisa mostra que 23% dos donos dos coworkings iniciaram projetos de expansão ou pretendem fazê-lo em breve. Um exemplo disso, é a Office&Co., coworking brasileiro que agora conta com uma unidade em Miami.

Confira o estudo completo do Censo Coworking 2017 clicando aqui.

Quer saber mais sobre trabalho remoto e home office?

Então curta nossa página.

Participe do nosso grupo no Facebook.

Receba novos posts por email.

Siga o @adorohomeoffice no Twitter.

Use a hashtag #adorohomeoffice no Instagram.

Compre nossos produtos na Lojinha.

Salvar

Salvar

Salvar

1 Comments

Deixe uma resposta