Seu funcionário não quer mais estar preso à uma mesa do escritório

O trabalho remoto aparece como uma alternativa que garante flexibilidade para quem não gosta de monotonia. Gor Narang, de 28 anos, deixou a rotina de escritório convencional no ano passado, para viajar e trabalhar. Desde então ele já passou por 12 cidades, em 11 países, sem comprometer o trabalho.

“Eu queria ter um trabalho que se enquadra no estilo de vida que eu desejo, e não criar um estilo de vida que gira em torno do trabalho”, diz ele. Um pensamento comum em muitos jovens atualmente.

Enquanto trabalhava em uma empresa tradicional, Narang conta que precisava se arrastar para o trabalho todos os dias, usando camisa e gravata e passar boa parte do tempo olhando para um computador dentro de um cubículo. Ele acredita que a possibilidade de fazer o trabalho remoto só veio depois de muita conversa e a confiança no comprometimento do funcionário.

Gor Narang é um exemplo, mas ele não está sozinho nesse busca por uma vida com mais liberdade. Muitas pessoas estão se livrando de suas mesas no escritório para explorar o mundo.

Embora rotinas como a de Narang fossem classificadas como sonhos até poucos anos atrás, hoje é uma realidade buscada por muitos, de todas as idades. Eles já sabem que a tecnologia permite que o trabalho seja feito em qualquer lugar do mundo.

Nos últimos dois anos, a oferta de vagas de trabalho remoto cresceu mais de 50%, especialmente nas áreas de TI, produção de conteúdo, design, marketing digital, consultoria de negócios e RH.

Se a sua companhia ainda não oferece a possibilidade de trabalho remoto e mais liberdade para o colaborador, é muito provável que você comece a perder os melhores talentos do mercado para empresas que proporcionam a eles esse tipo de vida, como a de Narang. Atualmente é muito comum encontrar profissionais brasileiros trabalhando remotamente para empresas multinacionais baseadas em outros países, por exemplo.

Agora é a hora de fazer essa mudança e começar a olhar para o futuro do trabalho. Sua empresa já está preparada? Se quiser ajuda nesse caminho, é só entrar em contato com a HOM.

*Com informações de The Hindu

** Esse post faz parte da parceira entre a HOM e o Adoro Home Office

trabalhe em casa

Salvar

Salvar

Deixe uma resposta