Como gerenciar uma operação remota com fuso horário

Antigamente a rotina do escritório era apenas uma parte comum da vida. Alguém com um trabalho “padrão”, fazia o trajeto diário para o emprego, sem pensar muito sobre. Os colegas conversavam em volta do café e passavam o resto do dia evitando cruzar com o chefe no corredor.

Os tempos estão mudando e qualquer empresário ligado nas tendências já observou isso. A medida que o acesso a Internet foi ficando mais fácil, o trabalho remoto passou a ser cada vez mais comum. Uma pesquisa do Global Workplace Analytics mostra que o trabalho remoto já cresceu 115% desde 2005.

As ferramentas de comunicação evoluíram o suficiente para acomodar esta nova força de trabalho. Agora existem ferramentas, aplicativos e programas para conciliar as diferenças de fuso horário, conectar as pessoas virtualmente e garantir a promessa de aumentar a produtividade.

Um dos maiores benefícios de ter uma equipe remota é poder ter talentos espalhados por todo o mundo. O potencial do teu time não é mais limitado pelas cidades ou bairros da sua sede (se você tiver uma!).

Mas, equipes remotas também enfrentam desafios, e é fácil que eles se tornem grandes demais se você não tiver um controle e uma organização correta. Por isso aqui vão alguns conselhos para gerenciar uma equipe com diferença de fuso horário:

Ajustes para o fuso horário

É importante saber em qual horário está seu colega de trabalho. Em vez de instalar seis relógios configurados em diferentes fusos na parede do seu escritório doméstico, considere ferramentas como Every Time Zone ou World Time Buddy. Você pode adicionar cidades e acompanhar o horário em tempo real. Isso vai garantir que você não espere uma resposta do seu colega enquanto ele já esta dormindo.

Utilize como uma vantagem

Você precisa de uma operação que funcione 24 horas? Aposte em uma equipe com diversos fuso, assim você sempre terá alguém na ativa em todos os horários. Além do benefício de poder recrutar talentos em todo o mundo, você ainda economiza em gastos como hora extra e evita que seu time trabalhe demais e em horários difíceis.

Crie momentos de interação com toda a equipe

Mesmo que cada um de seus funcionários trabalhe em um continente diferente, recomendamos que você defina um momento em comum para todos ficarem online. Pode ser 10 minutos por dia ou algumas horas por semana, mas é fundamental que todos consigam trocar uma ideia juntos em algum momento. É essencial para criar empatia entre a equipe e também para agilizar alguns projetos.

Seja organizado

Trabalhar remotamente e gerenciar uma equipe nesse formato exige muita organização. Você precisa incentivar a comunicação, a cooperação e o compartilhamento das tarefas. Também é essencial que cada funcionário entenda sua parte no time e tenha o hábito de reportar como está o andamento do projeto. Ter métodos e regras vão ajudar a manter o time na mesma página sempre.

Capacite seus funcionários

Se você tiver uma equipe treinada adequadamente e suficientemente capacitada, não será preciso gerenciar caso a caso. Isso vai evitar que você tenha que lidar com casos isolados o tempo todo e concentre-se no gerenciamento macro da operação.

Lembre-se que funcionários remotos tendem a se comunicar mais com seus supervisores do que aqueles que estão no escritório. Como não existe uma troca de informações geral com toda a equipe, cada contato acaba sendo mais direcionado e focado, trazendo resultados. Porém, para ser parte de uma equipe que trabalha com diversos fusos, é preciso ter determinação e atenção. Mas também exige um gerenciamento disponível e trocas qualitativas.

Por isso definir padrões elevador para você e sua equipe é a chave para o sucesso, especialmente em times deslocalizados e com variação de horários. Deixe claro seus objetivos, a importância de cada funcionário e a necessidade de envolvimento de todos

*Com informações de Quartz e Aircall

** Esse post faz parte da parceira entre a HOM e o Adoro Home Office

trabalhe em casa

 

Salvar